Kickante e SEMrush: Live 2

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Tempo de leitura: 8 minutos

Ontem, foi ao ar o nosso segundo bate-papo sobre arrecadação de fundos e marketing digital com o pessoal da SEMrush. A live acontece toda terça-feira, às 14h, na fan page da Kickante.

Se você quer saber por que deve estar na internet, como divulgar seu negócio e mensurar as suas ações de marketing digital, confira abaixo o que rolou ontem 😉

1. Por que divulgar o meu negócio na internet?

  • Mensagem amplificada: você consegue falar com muita gente, a sua mensagem chega a centenas, milhares de pessoas de forma rápida e simples.
  • Dispersão geográfica: impactar pessoas de diversos locais e até países, que não seriam impactados de forma offline.
  • Público segmentado: na internet, você pode segmentar sua divulgação para o público específico que deseja. “Ah, eu quero que meu anúncio apareça para mulheres, de 20 a 50 anos que se interessam alimentação saudável”

2. Com quais ferramentas de marketing digital posso divulgar meu site?

Kickante: Há diversas ferramentas de divulgação, dentre elas:

  • Facebook: Fan Page ou Anúncios na rede social
  • Google Adwords: são os anúncios no Google. O seu anúncio aparece no momento em que o usuário está procurando pelo seu serviço ou produto;
  • SEO: o seu site também aparece no Google, mas a diferença é que você não precisa pagar para aparecer no buscador. É tudo de forma orgânica, basta otimizar seu site para que ele comece a aparecer quando buscarem pelo seu serviço ou produto no Google;
  • Sites parceiros para divulgação (link building): entre em contato com sites que já divulgam artigos sobre o seu nicho e ofereça o envio de conteúdo. Assim, você divulga seu negócio e ganha visibilidade de novos usuários que passam a conhecê-lo.
  • Se você é uma ONG, pode obter o Google Grants, o benefício de $ 10 mil para anúncios no Google Adwords, e a Kickante te ajuda em todo esse processo de obtenção do benefício!

SEMrush: Realmente as ações de marketing que podem te ajudar são muitas, e embora você consiga  fazer a maioria delas manualmente, isso pode ser uma tarefa difícil que leva bastante tempo. Felizmente, você pode contar com inúmeras plataformas de marketing digital que podem te ajudar a coordenar suas ações.

Tem plataformas que se especializam em Social Media Marketing, por exemplo Audiense, que é uma ferramenta que te ajuda a encontrar público que pode se interessar pela sua campanha nas redes sociais; plataformas que ajudam encontrar sites para trocar links e fazer link building, por exemplo BuzzSumo, que permite rastrear as menções da sua palavra-chave e entrar em contato com sites e blogs que escrevem sobre o assunto, e muitas outras.

O problema de usar ferramentas múltiplas é de consolidar os dados recebidos e se perder no fluxo de informações. Uma solução seria usar uma plataforma all-in. Por exemplo, a SEMrush que é a verdadeira faca suíça de marketing digital, contendo ferramentas para encontrar melhores palavras-chave para estruturar sua campanha, fazer auditoria de SEO do seu site, encontrar novas oportunidades de backlinks e revisar links existentes para encontrar links tóxicos, criar anúncios de Google AdWords otimizados, gerenciar suas ações nas redes sociais e ainda acompanhar as ações de seus concorrentes no mundo digital

3. Tenho pouca verba. Quais estratégias seriam indicadas para o meu caso?

Kickante: Mesmo com pouca verba, você consegue fazer muita coisa na internet! Você pode investir 10 reais por dia e divulgar seu site para um público segmentado, um público que provavelmente se interessa pelo que você está divulgando. Conforme a performance, você pode decidir aumentar a verba ou não. A grande dica é testar. Teste qual a melhor ferramenta, qual a melhor segmentação de público, o melhor anúncio. Teste e direcione a sua verba para a ação que dê melhor retorno.

Outra estratégia bem legal é remarketing. Que significa divulgar seu site para as pessoas que acessaram determinada página, mas não compraram seu produto ou serviço. Elas já conhecem a sua marca, e é só dar mais um empurrãozinho, para que elas convertam. Lembrem-se que, para alguém converter em seu site, seja de qual segmento for, pode ser preciso contatar várias vezes.

E se você for ONG, tem um benefício gratuito do Google em que você recebe 10 mil dólares para anunciar sua organização através do Google Adwords, a ferramenta de anúncios do Google. Criando a sua campanha de divulgação, na mesma hora, o seu anúncio passa a aparecer para diversas pessoas que estão pesquisando pela sua marca no Google. Basta acessar https://www.google.com.br/intl/pt-BR/grants/ para obter mais detalhes sobre como adquirir o benefício.

4. Como criar o texto do meu site para que eles tenham mais chances de aparecer bem posicionados no Google?

Kickante: O Google é o site mais visitado do Brasil. Todo mundo que pesquisa por alguma informação ou quer comprar algum produto, acessa o Google para pesquisar os sites. Estar no Google significa ter mais acessos ao seu site, à sua campanha de crowdfunding. As pessoas confiam nos resultados que o Google exibe.

Por isso, ao criar o texto, tenha em mente como as pessoas buscariam pelo produto ou serviço. Tivemos um caso em que o criador da campanha utilizou a palavra “Fissura Labiopalatina” (10 buscas mensais), mas o nome mais buscado para o mesmo assunto era Lábio Leporino (1600 buscas mensais) e logo alteramos a campanha.

SEMrush: Já reparou que quando você faz uma pesquisa no Google, você raramente vai além da primeira página de resultados? Você e todo mundo! Se o seu site não aparecer na primeira página do Google as chances de alguém o encontrar e visitar são mínimas. Não aparecer na primeira página do Google limita as suas oportunidades de geração de tráfego, já que tráfego orgânico é a fonte principal e mais barata que existe. Por isso, é tão importante escolher palavras-chave certas que vão te ajudar a subir para top-10 do Google.

Se você está vendendo vinhos, ranquear bem com a palavra-chave “vinhos” pode ser quase impossível, nessa primeira etapa (devido à concorrência), mas ranquear com palavra-chave “vinhos orgânicos da região central do Chile” é muito mais fácil! Esse tipo de palavra-chave chama-se “palavras de cauda longa” e elas devem ser a sua principal aposta.

Também é indispensável fazer análise do seu público e descobrir quais palavras eles usam para falar do seu produto (exemplo da Lisane). Isso pode ser feito analisando as conversas nas redes sociais ou com a ajuda de ferramentas especializadas.

Mais um ponto importante, seria descobrir palavras-chave que, embora têm volume de busca relativamente alto, ainda não estão sendo usadas pelos concorrentes. Não é tão difícil de fazer, especialmente contando com apoio da ferramenta Keyword Magic da SEMrush – ela analisa seus concorrentes bem posicionados e descobre quais palavras-chave ofereçam mais oportunidades nos resultados de busca para seu site.  

5. Estou fazendo várias ações de divulgação. Como saber qual delas está funcionando e devo focar?

SEMrush: Ótima pergunta, realmente depois de um período de teste é recomendado avaliar os resultados de suas campanhas para descobrir qual delas traz maior retorno e focar nela. Para começar você precisa definir as métricas que vai usar para medir o seu desempenho. Por exemplo, para as campanhas de redes sociais você pode querer medir a quantidade de seguidores (likes na sua página), envolvimento do público com a sua campanha (quantidade de curtidas, compartilhamentos, comentários e pessoas alcançadas) e conversão (os indicadores dependem do seu objetivo).

O que é conversão para você? Baixar um ebook seu? Nesse caso, a conversão pode ser medida com a quantidade de downloads. Venda do seu produto? Descubra quantas pessoas que vieram das redes sociais fizeram a compra etc). Também é sempre bom medir o ROI (retorno sobre investimento) para descobrir quanto retorno trouxeram seus investimentos. Para medir o sucesso de suas ações de Relações Públicas você pode analisar quantidade de menções nas mídias e redes sociais e para campanhas de marketing de conteúdo – quantidade de visualizações do post, tempo passado na página, a taxa de rejeição, curtidas, comentários, compartilhamentos, quantidade de backlinks e conversão (quantidade de leads gerados, interação com leads já existentes, taxa de conversão, ROI e custo de aquisição por cliente)

Existem várias ferramentas que conseguem te ajudar a medir essas métricas:

  • Google Analytics permite analisar os dados de comportamento de usuário;
  • SEMrush tem ferramentas que permitem medir as fontes de tráfego, ranqueamento de palavras-chave e do domínio, dados de desempenho nas redes sociais, menções da sua marca, desempenho do seu conteúdo e analisar seu perfil de backlinks;
  • Disqus ou Commentful ajudam rastrear os comentários;
  • Buzzsumo e Mention permitem encontrar todas as menções da sua marca.

É questão de experimentar e escolher a ferramenta mais adequada à suas necessidades.  

Espero que tenham gostado e esperamos vocês na próxima terça-feira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *